22 maio 2012

Recordações de vida



Este final de semana estivemos em Rio Claro -SP, cidade onde nasci e morei até meus 5 anos de idade quando mudei com meus pais para o litoral de São Paulo.
Fui rever a casa de minha querida avó Antônia e querido avô Álvaro, onde passei os melhores momentos de minha infância, quando em férias escolares.


Meu avô faleceu, e minha avó morou nesta casa até 2004 mais ou menos, quando depois foi morar com minha mãe em Praia Grande-SP, desta data até maio de 2011, quando faleceu.
A casa ficou fechada, abandonada até hoje...


Reabrir esta porta foi realmente uma grande emoção!!!

A casa está se desfazendo aos poucos, por falta de cuidados e manutenção de seus antigos donos: meus avós.
Fui para poder recordar os maravilhosos momentos que tive na casa da minha avó. 
Quanta recordação boa!


Muitos objetos encostados, empoeirados, quebrados e  sem utilidade hoje, mas que um dia tiveram sua real serventia.







A antiga enxada descansando agora...
Muito usada pelos meus avós para capinar a grama do quintal tão bem cuidado outrora.








A mangueira ainda sobrevive. As outras árvores frutíferas e a hortinha, já não existem mais.
E o quintal agora assim, tão sem vida.
Esta exata visão do quintal, eu tinha quando sentada em minha balança, feita pelo meu avô.

Ficava ali, horas e horas balançando...ouvindo os pássaros...
Até minha avó me chamar desta singela janelinha, para o almoço ou para o banho...
E eu obedecia, claro.


Naquela idade não me preocupava com nada, a não ser ir para escola, férias na casa da vó, brincadeiras na rua ou em casa de amigas...
A vida na infância era uma delícia.


Mas indo embora para casa, com o coração apertado de saudades e os olhos vermelhos de tanto chorar daquele tempo tão inocente que não volta mais, me senti imensamente feliz...

avenida 29
Pela sorte de ter vivido uma infância linda neste lugar, que ficou gravada em minha memória e que carrego comigo até hoje.
Por ter minha avó conhecido seu bisneto, Felipe.
E por ter trazido meu Fefê para conhecer este lugar, hoje sem vida, mas que foi tão mágico para mim.
03/set/1932  a  28/maio/2011

Saudades vó.

53 comentários:

  1. Bom dia e saudosas recordações...eu a conheci e me lembro de sua energia ao fazer as coisas quando eu estava na sua casa...realmente imagino a falta e a saudade...
    Adorei as fotos dos lugares, não tem preço nada disso!
    E preciso dizer que a porta de entrada é muito linda...
    Bjs e abraços em todos ...saudades!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
  2. Nossa achei linda essa história, me fez lembrar algumas coisas da minha infância tbm.Fui criada por minha avó até meus 7 anos e ela ja se foi,nossa qts saudades.
    bjs e obrigada

    ResponderExcluir
  3. Puxa, que lindo e emocionante!!
    Fico imaginando a emoção ao abrir aquela porta, entrar e ver tudo ali... Nooooooooooooooooossa!!! Sei que deves ter chorado muito mesmo, com motivos. Mas valeu essa volta! Agora, vão arrumar e manter o lugarzinho,não? beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Olá Andreza, vc se emociona e a gente se emociona junto, imagino a sensação que vc teve na casa da sua avó, mil lembranças especiais, passei por uma situação parecida a uns 3 anos, indo visitar o antigo hotel da minha bisavó, onde tbém brinquei muito e hj tbém está abandonado no interior de Minas! Sua avó era uma fofa, dá p ver pela foto! Adorei a postagem! Bjoooooosss

    ResponderExcluir
  5. Sei como é isso, gostoso, lindo e ao mesmo tempo doido e triste.
    Sinto imensas e sei que eternas saudades de meu avô.
    Ele se foi a 5 anos já e para mim parece que ele ainda estava ontem aqui, com sua simpatia, sorriso fácil, bom humor, paciência, doçura. Minha avó que sempre foi mais ativa e dura se apagou, se consumiu pela dor, pela tristeza, pelo esquecimento...mora com minha mãe desde então e fui também no apartamento deles e o que senti ali me marcou, confesso, não me fez bem, pois não levei ninguém comigo, mexi e remixe em coisas e dei destinos a elas e isso me fez muito mal.
    Na minha memória estão as brincadeiras, passeios, histórias, o cheirinho, as sensações de uma infância que não há mais igual, vontade de volar no tempo viver de novo td aquilo com a consciência de quanto era bom, de quanto mais além do que aproveitamos devíamos aproveitar.
    Salve a nossa infância!
    Salve nossos avós, pais, tios, vizinhos, amiguinhos!

    Uma semana doce como infância pra vc :)

    ResponderExcluir
  6. AMIGA, Q EMOÇÃO
    ME FEZ VOLTAR A MEMÓRIA PARA O QUE EU LEMBRO DOS MEUS AVÓS, BOM OS PATERNOS, LEMBRO POUCO PQ INFELIZMENTE, MORRERAM EU ERA PQ, OS MATERNOS LEMBRO MAIS, LEMBRO QUE QD VIEMOS PRA AMERICANA, MINHA MAE ARRUMOU SERVIÇO E A MINHA VÓ CUIDAVA DA GENTE, E A TARDE, ELA FRITAVA OVO E EU E MEU IRMÃO FICAVAMOS ASSISTINDO CASTELO RA TIM BUM.. LEMBRO ATÉ DO CHEIRO DA CASA DELA AGORA... DA ARVORE QUE TINHA NA FRENTE DA CASA DELA, AQUELA QUE A FOLHA PARECE UM CORAÇÃO, E A GENTE CORTAVA AS FOLHAS EM VARIOS FORMATOS.. SAUDADES..
    INFELIZMENTE OS AVOS MATERNOS TBM FALECERAM.,.. MAS FICOU MUITA SAUDADE...


    BJUS AMIGA

    LIH

    ResponderExcluir
  7. MINHA QUERIDA AMIGA,
    LINDAS FOTOS, LINDAS RECORDAÇÕES, CASA DE VÓ É MÁGICA, EU
    ADORA IR P/ A CASA DA MINHA AVÓ MATERNA, TEM DIAS QUE BATE
    UMA SAUDADE, MAS UMA SAUDADE GOSTOSA.
    FIQUEI ME IMAGINANDO NESTE SEU POST.
    A SUA AVÓ ERA MUITO LINDA!

    TENHA UM DIA ABENÇOADO, JUNTO A SUA LINDA FAMÍLIA!
    BEIJOS ♥

    ResponderExcluir
  8. Olá Canela querida, tudo bem?

    Que emoção eu senti em ver e ler essa linda história. Quanta recordação gostosa voce teve, e que bom levar o Fefê para conhecer a casa dos bisavós.

    Amei aquela foto do Fefê com sua avó, lindo semblante, né.

    Sabe Canela, sua avó fazia aniversário no mesmo dia que o meu netinho
    Adriano, que bela coincidencia, né?

    um beijo carinhoso

    Regina Célia

    ResponderExcluir
  9. Nossa, amiga... li seu post com um nó na garganta e um aperto no coração... uma vontade de chorar.....
    O que fica e o que importa mesmo são essas lembranças maravilhosas da infância, e que ficarão pra sempre no seu coração!
    Bjssss

    ResponderExcluir
  10. Ahhh andreza que momentos tao bons nao eh!!! Vc poder ir matar as saudades, amei tudo o que vc escreveu, e a gente sente o que vc quis passar, amei ver a casinha da sua vozinha , o quintal, o seu tempo de menina...tudo lindo...

    Bjinhos e lindo dia p vc.

    Rose jp

    ResponderExcluir
  11. Minha querida lendo tudo isso voltei um
    pouco ao meu passado, onde as lembranças
    vem na nossa cabeça como imagens de filme
    tudo era tão lindo e hj já não exite mais
    São lembranças que como vc disse dói mesmo
    Mas o que resta disso foram os belos
    momentos que passamos juntos dos nossos ente
    queridos que já estão com Deus!!
    Abraços de bom dia
    Bjuss Rita!!!

    ResponderExcluir
  12. Andreza, estou emociona e vivendo tudo isso também, a casa de minha mãe vazia, tudo do jeito que ela deixou, moro perto e vou lá todos os dias, hoje ela completaria 74 anos, e as lembranças e a saudade aumenta. Mas agradeço a Deus todos os dias cada minuto que vivemos juntos, meus avós nem conheci, por isso agradeça a Deus a oportunidade que Ele te deu de viver momentos tão bons ao lado deles, mas sei que tudo isso é muito difícil. Beijos querida e fica com Deus!

    ResponderExcluir
  13. canela, que casa mais linda! quanta saudade, né?
    meus "zoim" ficaram cheinhos de lágrimas.
    que imagens mais carinhosas.
    imagino a sua emoção.

    beijinhos Ü

    ResponderExcluir
  14. Ai, menina... você deixou a gente emocionada também. A vida da gente é tão passageira que nos cabe guardar todos estes bons momentos. É uma prova para que a gente não se esqueça das coisas mais simples. Casa, móveis... as coisas terrenas mudam ou somem, só não muda o nosso bom sentimento.
    Beijos mil
    Fabiola

    ResponderExcluir
  15. Olá primeira vez aqui no seu blog e achei linda essa postagem!
    Lembranças são ótimas né?
    Estou seguindo.
    Bjus

    ResponderExcluir
  16. Que delicia ,imagino o que vc deve ter sentido ,com certeza uma saudade imensa ,faz bem relembrar coisas boas,deve ter dado um saudade de sua avózinha né ,gostei da postagem beijos e fique bem querida

    ResponderExcluir
  17. Querida Canela
    Nossa fiquei imaginando o que você sentiu ao entrar na casa de sua avó.
    Apesar de muito triste as lembranças dos bons momentos é que ficaram.
    Como é bom ter boas recordações.
    Adorei o post as fotos estão lindas, em especial a de sua avó com o Fefê.
    Beijo
    Roseli

    ResponderExcluir
  18. Oi, amiga!
    Que post lindo. Me emocionei, sabia? Porque minha avó materna foi importantíssima para mim. Sinto falta dela e também, como você, vivi bons momentos da infância (há bem mais tempo atrás! :)) na casa dela: comidinhas deliciosas, doces, carinho, quintal com pomar e horta. Era realmente uma delícia!
    Bom demais recordar nossa infância... Hoje a gente olha para trás e pensa: como eu era feliz!
    Se você pudesse recuperar essa casa, pelo menos para mantê-la minimamente... E pode levar algumas coisas de lá? Quem sabe para dar vida nova aos pertences dos seus avós e, de alguma forma, deixá-los próximos de você?
    Fefê deve ter adorado!
    Linda sua vovó!
    Tenha uma linda noite e uma feliz quarta-feira.
    Bjs
    Ju

    ResponderExcluir
  19. Eita saudade! Eita lembrancas boas, Andreza. Parece que as paredes, as portas, as arvores ate falam com a gente.
    Seu filho eh Felipe. Pensei que era Fernando.

    ResponderExcluir
  20. Lindo, muito lindo!
    Esse mês, mais precisamente depois de amanhã faz treze anos que minha mãe partiu.
    Era um ano mais nova que sua avó.
    Também tenho pensado no tempo em que fui muito feliz ao lado dela.
    Bom termos coisas boas para lembrar, não é mesmo minha amiga?
    Momentos de felicidade!
    É isso que faz a vida valer a pena!
    Emocionante seu post Andreza!
    Obrigada por compartilhar essa linda história conosco!
    Beijo, fique com Deus!

    ResponderExcluir
  21. Nossa .... filha quase nem deu pra escrever essa mensagem , de tantas lagrimas em meus olhos , Qui lindo De, chorei ate´, eu queria ter ido mas não deu né , logo logo vai desaparecer tudo ,vai virar entulho , que homenagem lindo vc fez , da onde a sua vó estiver tenho certeza ela tbm se emocionou ,
    So´ vc mesmo ... beijosss

    ResponderExcluir
  22. Oi amiga
    Imagino o que estava passando em sua cabeça ao entrar na casinha da sua vovó,relembrar os velhos momentos de infancia.Não fique triste porque o melhor da vida é isso,poder recordar e passar pro Fefê as suas lembranças que jamais sairão do seu coração.
    Desculpe pelo sumiço,andei meia desanimada com a vida,mais depois de ler um post tão lindo como este me fez pensar no que realmente vale a pena na vida.
    Beijos da sua amiga sempre
    Jelleen Lantmann

    ResponderExcluir
  23. Não tem como não se emocionar, com tamanho relato.
    principalmente quando você diz: A vida na infância era uma delícia.
    Seus avós tiveram uma doce presença na sua vida, que agora ficou dentro do seu coração e de seus atos. Sabe, quanta coisa aprendemos , quando somos amados!Lindo sorriso da sua avó, de olhos azuis!
    Eu ia dizer, não deixe que maltratem os objetos que restaram. Resgate, recicle. Mas, só você sabe, o que poderá ser feito.
    Agora é ter saudades e se espelhar no amor que os avós te passaram.
    bjos
    Zizi

    ResponderExcluir
  24. São sensações indescritíveis... marcas eternas em nossos corações infantis... que mesmo depois de adultos se reforçam em tais lembranças!
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  25. Muito lindo seu post e emocionante!! Você teve o privilégio de ter vivido esses momentos e poder relembrá-lo aqui!! Seu blog é fofo...deu vontade de entrar nele(juro) e saborear os delicias que você posta!! Já estou te seguindo!! Abraços. Sandra

    ResponderExcluir
  26. Rio Claro é pertinho da minha cidade Araraquara, sua vó era lindinha nossa já vai fazer um ano que ela se foi, mas o que fica são os bons momentos e o amor que recebemos.

    ResponderExcluir
  27. Amiga!!!!! Fiquei muito mais muito emocionada.
    Que postagem mais linda!!!!!
    Desculpe pelo sumiço, mais meu computador tá pior que uma tartaruga.
    Faz um tempão que eu estou tentando deixar um comentário, mais logo logo tudo volta ao normal.

    Uma Super Beijoka no seu CORAÇÃO
    Andrea

    ResponderExcluir
  28. Oi!! É muito bom voltar a lugares que já vivemos, que já passsamos.É como se surgisse um filme em nossa cabeça.Qnd vamos embora dá uma dor mesmo.
    Que continues tendo lindas lembranças.Bjs

    ResponderExcluir
  29. Oi Canela querida que post mais lindo e emocionante.
    Deve ter sido uma grande emoção ter voltado para o lugar da sua infância e na casa de pessoas tão queridas, como os seus avós.
    Mas poxa você estava aqui, poderíamos ter nos encontrado.
    Quem sabe de uma próxima vez.
    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Namastê!
    Olá Canela!!

    Que lindo poster...que momento lindo você viveu...voltar ao tempo...relembrar bons momentos, a saudade aperta realmente!
    Sou suspeita em falar de vó, pois a minha, foi uma mãe para mim!!

    Beijinhos Querida!!
    Muita Luz!!

    ResponderExcluir
  31. Olá Canela querida, tudo bem?

    Passei para dar boa noite e saber de voces. Espero que estejam todos bem.

    um beijo carinhoso

    Regina Célia

    ResponderExcluir
  32. Oii amiga!!
    Imagino quantas saudosas lembranças passou como filme na sua cabecinha.São momentos bons, mágicos de pura inocência de criança que ficaram guardados pra sempre na memória.
    Também tenho muitos momentos assim, do sitio de meu avó, onde passava minhas férias e eram momentos de muita diversão juntos com meus primos.
    Sua avó era linda!!
    Bjo grande, estou bem melhor só que desanimada para postar ainda, mais acho que por esses dias volto a postar!!

    ResponderExcluir
  33. OI AMIGA OBRIGADO PELA VISITA, VIM CONHECER SEU BLOG,FIQUE A VONTADE PARA PUBLICAR E OBRIGADO VIU ! BEIJO GRANDE DEYA

    ResponderExcluir
  34. Querida, não pude conter as lagrimas.. Que belo post! Sei bem o que sentiste, e queria te dizer algo agora, mas as palavras realmente me fogem nesse momento.
    De qq forma, obrigada por nos permitir conhecer um pouco mais de ti.
    Bju grande
    Joanna

    http://mapetitelima01.blogspot.fr/

    ResponderExcluir
  35. Q lindo post...me fez voltar no tempo e lembrar de quando ia na casa dos meus avós(hoje já falecidos)passar as férias...me emocionei...
    bjos
    Ke

    ResponderExcluir
  36. Olá!Bom dia!
    Tudo bem?
    Amiga!
    ...que lindo post...um pouco diferente dos outros...lembranças boas, né?e saudades também, não?...obrigado por compartilhar sua sensibilidade e emoção conosco..,
    Boa quinta!
    Saudades..
    Beijos com carinho

    ResponderExcluir
  37. Que lindo seu post, adorei o carinho que permeia suas palavras e as imagens! Parabéns! Bjs

    ResponderExcluir
  38. A vida é feita de lembranças. Desejo-lhe o melhor. Um beijo

    ResponderExcluir
  39. Vim convidar vc para o lanche da tarde
    com um chá bem quentinho
    Bjussss
    Não demore!!!!

    ResponderExcluir
  40. Emocionante o teu relato e gratificante a volta ao lugar onde, na inocência da infância, a gente passou momentos mágicos.
    Abração.

    ResponderExcluir
  41. canela, um passeio pelo tempo e pelas emoçoes.... isso também nos toca muito. obrigado por compartilhar um pedaço de você conosco. abraços lamarque

    ResponderExcluir
  42. Olá querida.

    Lindas e emocionantes recordações.
    O post é pura ternura e ficou com sabor de saudades.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  43. Querida Canela
    Tudo bem com vocês?
    Aqui tudo, agora no aguardo dos filhos que virão no final de semana, para conhecer o Enzo.Hoje a Andréa foi na médica, vamos ver o que ela volta falando.
    Nós achamos que de sábado não passa.
    Beijo a todos.
    Roseli

    ResponderExcluir
  44. Olá Canela querida, tudo bem com todos?

    Obrigada pela visitinha e sempre as doces palavras, adoro.

    Como a Rose já falou, a Andréa foi e voltou com as malas. A médica disse

    que está tudo bem com ambos, mais vai esperar com calma o Enzo. Pediu pra

    Andréa voltar só na quinta-feira que vem, será que chega até lá?

    Só Deus é quem sabe, né?

    um beijo carinhoso

    Regina Célia

    ResponderExcluir
  45. Namastê!
    Olá amiga...Olha eu novamente!!
    Vim desejar um Fim de Semana Iluminado!!

    Fica com DEUS!!
    Muita Luz!!

    ResponderExcluir
  46. Olá, lindo seu relato pessoal, que Deus te ilumine e que jamais se apague dentro de você essas doces recordações.
    Tenha um final de semana Iluminado ..

    Um Abraço fraterno!

    Riosul,

    http://www.riosul2012.com/

    ResponderExcluir
  47. Chorei, claro que chorei!
    Ultimamente ando chorando facinhu, facinhu...rsrs.
    Imagina depois de ler esse post, sua história.
    Também tenho boas lembranças de Rio Claro, poucas mas, muito boas.
    A família da minha sogra é de lá e quando a avó Elisa(mãe de minha sogra) ainda era viva íamos para lá.
    Me encantei com a cidade desde a primeira vez e as casinhas são bem parecidas né, da vó Elisa era bem parecida com a da sua vózinha.
    Que delicia, obrigada pelas felizes recordações.
    Bjão.

    ResponderExcluir
  48. Oi querida Canela, linda a sua historia, é tão emocionante!!!!
    Cada vez fico mais apaixonada pelo sua página, todos os dias eu entro para ver as novidades.
    Que DEUS te abençoe cada dia mais, um ótimo final de semana para voce!!!
    Beijusss
    silmaracamparoni@gmail.com

    ResponderExcluir
  49. Olá, sabe que fiquei emocionada com sua postagem sobre a casa da sua avó. Achei tão carinhoso seu comentario. Adorei a casinha, que graça, baixinha, chão de tijolo. Na verdade eu queria mesmo é passear pelos comodos, ver mais por dentro, mas me contentei só com a porta da entrada...kkkkkk. Um grande abraço, lindo seu blog, você é muito criativa. Parabéns.Visita meu blog...tem muita novidade lá.

    ResponderExcluir
  50. Andreza, imagino sua saudade. Amei a casinha, tão singela. E que quintal maravilhoso. Bem fez você de reviver isso tudo, tem histórias boas para lembrar.
    Gostei mesmo foi da porta da casa, maravilhosa, meu sonho de consumo, ter uma porta antiga assim em minha casa.
    Abraços e ótimo fim de semana

    ResponderExcluir
  51. QUE LEGAL ANDREZA TAMBEM SOU DE RIO CLARO...TAMBEM NAO TENHO MAIS OS MEUS AVÓS MATERNOS
    PRATICAMENTE FUI CRIADA PELA MINHA AVÓ E SENTI MUITO QUANDO ELA SE FOI...QUANTA SAUDADES...
    AS VEZES ME PEGO NAS LEMBRANÇAS E FICO COM OS OLHOS MAREJADOS.
    HA POUCO TEMPO CONHECI O BLOG DA CAMOMILA E FOI ONDE ENCONTREI VOCE TAMBEM E
    AOS POUCOS ESTOU ESPIANDO SUAS COISINHAS QUE SAO UMA GRAÇA...PARABÉNS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eliana! Muito bom te receber aqui no blog! Seja bem vinda!
      A Saudade que tenho de meus avós são imensas, agora são somente lembranças... A casa não existe mais... Foi demolida. Era na Av: 35 bairro Cidade Jardim. Tempo bom! Agora tenho uma tia que mora em RC no Centro. Tia Olga...
      A Camomila é minha cunhada!
      Beijos e volte sempre querida

      Excluir

AOS AMIGOS ANÔNIMOS OU QUE NÃO POSSUEM BLOG, QUE ME VISITAM E DEIXAM PERGUNTAS OU COMENTÁRIOS, EU PEÇO POR GENTILEZA PARA DEIXAREM E-MAIL DE CONTATO PARA QUE EU POSSA RETRIBUIR AO CARINHO DEIXADO AQUI NO BLOG!

OBRIGADA À TODOS PELA VISITA E PELO COMENTÁRIO!!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...